Git Comandos Básicos

Posted on Tue 22 June 2021 in DevOps • 4 min read

Seguindo a sequencia, nesse post vamos iniciar o git com os comandos básicos.

Os conceitos eu abordei aqui

Para esse Post, vamos utilizar um sistema baseado em Linux, porém os comandos são similares para sistemas Windows e MacOS.

Instalação

Em sua grande maioria de sistemas linux pode ser obtido da seguinte forma:

Debian like

sudo apt install git

RedHat Like

sudo yum install git

Para windows pode ser obtido aqui

Configuração Básica

Para utilizar o git em sua maquina, precisamos primeiro configurar o autor. Pelo motivo de que todos os commits devem ser identificados.

O arquivo /etc/gitconfig contém valores de configuração para todos usuários do sistema e todos os seus repositórios. Se você passar a opção --system para git config, ele lerá e escreverá a partir deste arquivo especificamente.

O arquivo ~/.gitconfig é específico para seu usuário. Você pode fazer o Git ler e escrever a partir deste arquivo passando a opção --global.

Em sistemas Windows, Git procura pelo arquivo .gitconfig no diretório $HOME. Isto significa um dos diretórios a seguir: C:\Documents e Settings\$USER, para a maioria dos usuários.

Configurando nome e email

Podemos definir seu nome e email para serem adicionados como autor nos commits.

A configuração global no sistema é feita utilizando o seguinte comando:

$ git config --global user.name "Carlos Carvalho"
$ git config --global user.email [email protected]

Não se esqueça de alterar as informações, não quero ser dono dos seus commits

Configurando preferencias

Vamos definir o editor vim como padrão

$ git config --global core.editor vim

Configurar o Prompt colorido:

$ git config --global color.ui true

Essas configurações já são suficientes para continuarmos, caso queira ver todas as configurações, basta rodar o comando:

$ git config --list

Para listar uma configuração específica, por exemplo o user.name:

$ git config user.name

Criando um projeto git

Para iniciar um repositório basta executar git init

Lembrando que é necessário estar no diretório do projeto em que se deseja utilizar o GIT

$ cd projeto
$ git init
Initialized empty Git repository in projeto/.git/

Vamos criar o arquivo README.md, ele é um arquivo de apresentação. Ele inicialmente será a nossa base

Use o editor de texto de sua preferência, aqui usarei vim

$ vim README.md
$ cat README.md
Iniciando um repositorio

Vamos dar um git status:

$ git status
On branch main

No commits yet

Untracked files:
  (use "git add <file>..." to include in what will be committed)
        README.md

nothing added to commit but untracked files present (use "git add" to track)

Como podemos ver arquivo esta Untracked, para adicionar ele vamos executar o git add

$ git add README.md

Se rodarmos o git status novamente, veremos que agora o arquivo README.md esta pronto para commit

$ git status
On branch master

No commits yet

Changes to be committed:
  (use "git rm --cached <file>..." to unstage)
        new file:   README.md

Agora vamos executar o commit, para isso vamos usar o comando git commit -m . O parâmetro m indica qual a mensagem que deseja passar no commit

$ git commit -m "Adicionando meu README.md"
[master (root-commit) ef567d0] Adicionando meu README.md
 1 file changed, 2 insertions(+)
 create mode 100644 README.md

Pronto, fizemos o nosso primeiro commit!!

Podemos ver nossas alterações utilizando o git log. Onde temos o hash do commit, o author do commit e a data em que o commit foi realizado. (Talvez meu commit seja do futuro!)

$ git log
commit ef567d0a3cef19e36ee75fd9251ebfb929a10b46 (HEAD -> master)
Author: Carlos Carvalho <[email protected]>
Date:   Tue Jan 18 21:22:23 2061 -0300

    Adicionando meu README.md

O proximo comando é o git diff. Então vamos fazer uma alteração no README.md. Faça a edição no seu editor favorito.

Ao executar o git diff temos a seguinte saida:

$ git diff
diff --git a/README.md b/README.md
index abb520e..f603704 100644
--- a/README.md
+++ b/README.md
@@ -1,2 +1,2 @@
-Iniciando um repositório
+### Novo Projeto de colonização lunar

Nesse exemplo, removemos o texto Iniciando um repositório e inserimos o texto Novo Projeto de colonização lunar

Como podemos ver, ele mostrou, utilizando o simbolo +, o que adicionamos e utilizando o simbolo -, o que removemos.

O git diff nos permite ver qualquer alteração antes de fazer o commit, ele se torna um dos comandos mais importantes no workflow, sempre utilize ele pois assim pode revisar o que esta enviando.

Lembrando que o git diff deve ser executado antes de adicionarmos o arquivo em staging

Vamos adicionar o arquivo e fazer o commit dessas mudanças

$ git add README.md
$ git commit -m "Novo projeto lunar"
[master 014982d] Novo projeto lunar
 1 file changed, 1 insertion(+), 1 deletion(-)

Como resultado ele nos mostrou que houve:

  • 1 arquivo alterado (README.md)
  • 1 inserção (### Novo Projeto de colonização lunar)
  • 1 remoção (Iniciando um repositório)

Então nesse post vimos como criar um repositório local , inserir arquivos, ver alterações, adicionar e fazer o commit dos arquivos.

Com esses comandos já podemos trabalhar com o básico do git.

Simples Assim 😆

Fonte

git

Share on: ❄ TwitterFacebookLinkedInEmail